sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Olaria


Quando  criança, lembro-me bem de uma olaria  em ruínas que existia de frente à casa de minha avó, no interior, numa rua empoeirada e com mais mato do que casas ao redor. Eu e meus primos brincávamos lá naquele prédio quase abandonado.

Olaria é o local onde se fabricam tijolos, telhas e manilhas de barro. Eram muito promissoras quando os tijolos de concreto ainda não existiam. Hoje, os pequenos tijolos de barro como esses da foto, são uma raridade...

Essa, eu fotografei numa estrada rural no município de Esmeraldas/MG. Fiz questão de parar  e registrar, pela sua raridade e o estilo rústico da construção!

24 comentários:

  1. É pena quando esse tipo de coisas fica ao abandono! :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falta política pública para a utilização desses espaços ditos históricos ou ultrapassados. Obrigada pela visita.

      Excluir
  2. Olaria é considerada arte. Pena que as coisas antigas ficam esquecidas.


    Beijo. Bom fim de semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só tem valor se utilizado para fins lucrativos. Poderia ser um belo centro cultural não é? Gratidão pela visita.

      Excluir
  3. Um belo registro desta edificação muito útil num passado, conheci várias e até ja me arrisquei na enformação de tijolos.
    Bela lembrança e registro.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São os novos tempos nos roubando a memória material. Gratidão pela visita.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Que bom que você gostou! Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  5. Vim retribuir a visita e conhecer o seu blogue. Gostei deste post, pela fotografia e por me fazer recordar, na escola, no ciclo tivemos a oportunidade de trabalhar com o barro e gostei, fiz um jarro (que não ficou grande coisa) e uma velhinha que foi muito elogiada :)
    um beijinho
    Gábi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ter sido muito mágico mesmo. Crianças gostam de sujar as mãos no barro. Obrigada pela visita e estou te linkando e seguindo. Bjs

      Excluir
  6. Anabela, que maravilha de fotografia, de fato hoje em dia não vemos mais as olarias que compunham o cenário principalmente do interior do Brasil, meus pais tinham um sítio em Piracaia interior de São Paulo e desde pequena é para mim algo muito familiar, pois haviam muitas delas nesta época, apesar do trabalho mau remunerado das pessoas e até mesmo crianças, que na época tinham apenas as olarias como fonte de sobrevivência (triste realidade), a fotografia me trouxe nostalgia. Adorei o post e agradeço sua visita carinhosa ao Uivo da Loba.
    Bjuivos no coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida o trabalho árduo e mal remunerado era presente nessas olarias, mas como vc disse era para muitos a única oportunidade de emprego.

      Tentei te seguir mas não consegui fazer o cadastro, então estou te linkando na minha lista de blogs. Bjs e obrigada pela visita.

      Excluir
  7. Tudo muda, Anabela, embora isso nos cause nostalgia. Por cá aconteceu o mesmo; os materias vão mudando, embora não sejam tão bons como antigamente. Foto muito interessante, amiga. Muito obrigada. Espero que esteja tudo bem por aí, com todos de saúde. Beijinhos
    Emilia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi querida! Aqui tudo bem, mesmo em meio à avalanche política. As coisas mudam com o avanço industrial e temos que aceitar isso. Por isso, vamos fazendo nossos registros para a posteridade. Obrigada pela visita. Bjs

      Excluir
  8. Oi Anabela
    Aqui perto da minha cidade, na zona rural, também existe uma ruína semelhante a esta de Esmeraldas.
    É uma pena, não, tijolos de barro ainda são usados.
    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é triste, mas são os novos tempos. Só as grandes olarias, que são mais indústris do que fábricas artesanais, sobrevivem para atender a demanda. Gratidão pela visita. Bjs

      Excluir
  9. Anabela
    e eu gostei muito de ver esta foto, eu fico fascinada por locais abandonados e gosto também de os fotografar.
    obrigada pela visita.
    um bom domingo
    beijinho
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fotografo para guardar pelo menos a imagem do que um da foi útil e mostrar para a posteridade. Obrigada por vir e volte sempre!

      Excluir
  10. Um local encantador sem dúvida alguma, ainda para mais cheio de boas recordações!

    Bjxxx

    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Das recordações na sei, mas o encanto do lugar é fato! Grata pela visita. Te seguindo e linkando. Bjs

      Excluir
  11. Oi Anabela,
    A foto é linda! Não sabia que as olarias tinham virado raridade...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pequenas fábricas artesanais sim.Existem as fábricas de tijolos cuja produção em série as leva ao patamar de indústrias. Gratidão pela visita.Bjs

      Excluir
  12. Sem dúvida uma bela fotografia, deve ser bem antigo, por cá ainda existem oleiros que fabricam as próprias peças, cozem em fornos antigos e ainda os vendem, muito trabalho...mas gratificação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui os trabalhos mais artesanais são substituídos sempre pelo processo industrial e o barro por outros materiais. Obrigada pela visita! Estou te colocando na minha lista de blogs. Bjs

      Excluir

Seu comentário é muito importante para mim. Seja benvindo e volte sempre!