quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

RPPN - Santuário do Caraça - Parte I

Ao fundo a Serra do Caraça, que pelo traçado lembrar um rosto humano, deu nome ao lugar.


A RPPNSC (Reserva Particular do Patrimônio Natural da Serra do Caraça)  tornou-se uma área de preservação federal em 1994 com o apoio da congregação religiosa "Província Brasileira da Congregação da Missão" proprietária e mantenedora das terras, nas quais reservou em torno de 90% dos 12 403 hectares para preservação ambiental, onde é  permitido apenas pesquisas cientificas e visitações turísticas sob regirosa legislação e fiscalização no local.

A reserva é parte do complexo da Serra do Espinhaço, contém fragmentos de Mata Atlântica e é um dos divisores de água da bacia do Rio Doce. 


Trilha em direção da mata de galeria onde se encontra a cascatinha e um mirante.
Em 1770, o Irmão Lourenço de Nossa Senhora, reza a lenda que tenha sido um nobre português, Carlos Mendonça Távora, chegou ao local e ergueu uma capela de madeira e posteriormente uma ermida barroca em homenagem a Nossa Senhora Mãe dos Homens.

Com o tempo uma majestosa igreja em estilo neogotico foi erguida por seus sucessores e o local se tornou um centro de peregrinações, retiros e  no século XIX passou a abrigar também um colégio interno para meninos, tendo ali funcionado até 1968 quando foi incendiado. 


Ruína do prédio do colégio incendiado em 1968, reformada e trasformada em museu.

Ao terreno original, adquirido pelo Irmão Lourenço mediante pagamento por uma carta de sesmaria, foram incorporados por compra  a fazenda da Chácara em 1823 e a fazenda do engenho em 1858, além da fazenda Capivari doada em 1870 por  Manoel Pedro Cotta.

A vegetação da RPPNSC é constituída basicamente de campos de cerrado e Mata Atlântica. Estudiosos como Saint-Hillarie e Von Martius, descreveram muito do que puderam observar na região quando estavam em expedição científica no Brasil nas décadas iniciais do seculo XIX. Estudos mais recentes nos legaram uma boa quantidade de informações sobre as formações vegetais compreendem em torno de mil espécies, estando oitenta delas caindo em extinção.


Campos de cerrado

Os recursos hídricos na reserva são abundantes, constando maior 
peso na dispersão das águas para o ribeirão do Caraça e o corrego Capivari, seguidos pelos córregos da cascatinha e da cascata que mantém as duas cachoeiras de destaque para o lazer dos turistas: a cascatinha e a cascatona!


Cascatinha


Corrégo da Cascatinha

Sobre a fauna podemos destacar a presença do lobo guará, que virou  uma atração noturna para os visitantes que ali se hospedam. Em determinada hora e local, o lobo, que não é mal ... vem buscar sua refeição cuidadosamente oferecida por um dos padres que ali residem. 

créditos

Além do peludo, há uma enorme variedade de aves e outros animais típicos do cerrado mineiro, como tamanduá, tatu ... e dentre outros, algumas serpentes que são objeto de recomendação para uma atenção redobrada aos que adentram nas trilhas e matas.

O clima é de montanha, com períodos de temperatura amena durante o dia e frio a noite. Como o lugar possui muitos aclives e declives, é recomendado ao visitante que queira se aventurar nas trilhas, um bom preparo físico!

E para finalizar, o santuário religioso e natural do Caraça faz parte do circuito mineiro da Estrada Real. 

Marco da Estrada Real
Espero que tenham gostado. Na próxima postagem vou falar sobre o patrimônio arquitetônico e cultural existente na Serra do Caraça. Aguardem!!!

42 comentários:

  1. Como não gostar? O sítio a julgar pelas fotos é lindíssimo.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou suspeita para falar, mas é um dos lugares mais bonitos aqui em Minas Gerais onde podemos sentir de perto o aconchego da natureza. Obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Que lugar lindo, amo fazer trilhas e lugares como esse para acampar.
    O q acho mais legal nesses lugares são as lendas, acho muito bacana conhecer a crença e valores de onde se vive ou esta visitando.

    Ainda bem q o lobo não é mal kk e ate q são bonitinhos.

    Obrigada pela visita la no blog, Seguindo aqui!

    bjusssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o loboo não é mau ... aliás, de onde terá surgido a ideia de lobos são malvados? Obrigada pela visita!

      Excluir
  3. Que lindo, que maravilhoso. Adorei!

    ResponderExcluir
  4. Imagens maravilhosas carregadas de histórias. Amei

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é um espaço com mais de 200 anos de história. Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  5. Olá Anabela: adorei esta postagem sobre um local belo e quase mágico!! A história também é bem bonita ,bem como a informação sobre a fauna e a flora.
    Obrigada pela visita.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São recantos escondidos num mar de montanhas que temos aqui na região. Volte sempre!

      Excluir
  6. Oi Anabela,
    Estou ficando com vontade de conhecer mais de MG por causa das suas postagens. que prédio lindo! Ainda bem que foi recuperado.
    Gostei de ver o lobo, será que aquilo é ração?

    Tem sorteio de um lindo colar no blog, vou ficar feliz se você participar.
    Bjs
    SORTEIO DE UM LINDO COLAR

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem bom saber que discretamente estou promovendo o turismo aqui no blog rsrsrs. Olha, a comida do lobo é carne misturada com frutas bem maduras ou já passadas. Na natureza eles comem pequenos animais e aves e frutos caídos ao chão. Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
  7. Devem fazer-se por aí magníficos passeios. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, para todos os gostos. Tem a parte cultural e a natural. Fazer a trilha que termina na cachoeira da cascatinha é dos melhores passeios que já fiz por lá. Obrigada pela visita e volte sempre.

      Excluir
  8. Maravilhoso local, como tão bem mostram as imagens... acompanhadas de um belíssimo suporte informativo!
    Desconhecia por completo essa espécie de lobo!
    Um post formidável! Adorei!
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma espécie em extinção, típica do cerrado brasileiro e pode ser encontrado em todo a América do Sul em áreas abertas. Obrigada pela visita e volte sempre!

      Excluir
    2. Que bonita pesquisa Anabela e assim informações que não conhecia.
      O Caraça é fantástico mesmo e ainda a preservação do Guará que lá aparece nas noites para alimentar é muito interessante.
      Valeu Ana mais este belo trabalho para a nossa Minas tão Gerais.
      Abraços e bom fim de semana.

      Excluir
    3. O jeito mineiro de visitar o caraça a partir de BH é de trem ... Boa semana e obrigada pela visita!Abçs.

      Excluir
  9. Boa partilha
    Por cá parece que vão proliferar os Passos Coelho
    para alimento dos linces
    mas não estão garantidos os prazos de validade
    Boa partilha - a sua

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por que os linces podem enjoar de Passos Coelho como prato principal? Obrigada pela visita e boa semana!

      Excluir
  10. Quanto de lindo por lá e mostraste muito bem! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um lugar encantador mesmo.Obrigada pela visita! Bjs

      Excluir
  11. Gostei muito, das fotografias e de ficar a saber um pouco como será, obrigada :)
    um beijinho e um bom Domingo
    Gábi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre é bom aprender a apreciar uma cultura diferente. Obrigada pela visita e volte sempre!Bjs

      Excluir
  12. Parabéns por nos mostrar lugares tão belos.

    Acredito que fazer a trilha que termina na cachoeira da cascatinha é dos melhores passeios que fez por lá.

    Obrigado pela partilha.

    Finalmente venho visitá-la!

    Muito obrigado pela sua presença
    em alguns dos meus posts

    Fico-lhe muito grata.

    Foi através da Blogosfera que nos conhecemos...
    andamos nestas lides há algum tempo.
    Eu comecei há 12 anos, com o meu kalinka em 2005

    Outros fui criando e neste momento escrevo em quatro.
    Felizmente não me desmotivei ainda, cá continuam abertos e activos.

    2017 já chegou há 29 dias
    e...não tenho estado muito assídua,
    nas visitas aos blogues dos amigos
    Peço desculpas.

    O frio não ajuda, fico com as mãos dormentes
    Enfim... esperemos que em Fevereiro eu consiga visitar mais amigos na Blogosfera.

    NOVO ANO - expectativas e sonhos!

    Bom domingo. Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita! Não se preocupe com a demora, sempre há um tempo para tudo nessa vida, tanto que chegoua a hora de você ter vindo até aqui.
      Fico imaginando esse frio de doer os dedos... definitivamente, não me adaptaria ao inverno que vocês tem por aí. Tenho uma sobrinha que mora na Suiça, ela chega a entrar em depressão no inverno.
      Boa semana e fique com Deus!Bjs

      Excluir
  13. Fotografias que nos mostram lugares quase mágicos. Gostei da lenda e da História.
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelos elogios à postagem. Uma boa semana para você também!Bjs

      Excluir
  14. Que liiiiindo!! E que fotografias excelentes, uma arte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Érika!Volte sempre que quiser. Bjs

      Excluir
  15. Minas é lindo e que lugar apaixonante, adorei as fotos.
    Sabe que amo esmaltes desde criança e hj sou uma velhinha.
    Ótima semana,com muita paz.
    Obrigada pela visita.
    Beijos coloridos!♥♥♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Velhinha? A cabeça está bem nova... Acho que o gosto pelos esmaltes está relacionado também com a frequência com o usamos.Bjs e parabéns pelas unhas sempre coloridas!

      Excluir
  16. Excelente post.
    Uma reportagem perfeita em fotografias e texto explicativo.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  17. Ola obrigada pela sua vezita tb gostei mt do seu adoro fotos e estas estao 5* parabens e a su pregunta aqui nao ha esse legume pelo menos nunca vi mas vou ver se ha bjs e uma feliz semana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço-te por me visitar. Na Sexta-feira da Paixão, minha mãe deve fazer o bacalhau ensopado com quiabo e chuchu. Vou fazer uma postagem e você verá como fica. Bjs

      Excluir
  18. Olá minha linda. Amei receber vc e conhecer seu blog
    Sou apaixonada pela natureza
    Amo conhecer lugares históricos com características reais.
    Tenho loucura por conhecer MINAS GERAIS
    Um dia ainda vou estar ai.
    Grande abraco Lindo post
    venha sempre que puder, haverá sempre uma cadeira em minha varanda pra vc
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  19. Obrigada pela visita! Espero que um dia você venha a Minas Gerais conhecer nossos monumentos históricos e muito mais.

    ResponderExcluir
  20. Local que eu jamais ouvi falar e tenho prazer em vir aqui, para conhecer e saber detalhes. As fotos estão incríveis e adorei a foto da ruína do prédio do colégio.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim. Seja benvindo e volte sempre!